Polícia francesa captura três pessoas em raide contra terrorismo

(AP Photo/ Kamil Zihnioglu)
(AP Photo/ Kamil Zihnioglu)
(AP Photo/ Kamil Zihnioglu)

Pelo menos três pessoas foram presos no âmbito de um reide contra terrorismo na França, segundo informou a media local nesta segunda-feira (16), três dias após atentados em Paris que mataram 132 pessoas e deixaram mais de 350 feridos.

A emissora francesa i-Télé divulgou esta informação na sua página na rede social Twitter, dizendo:

“Toulouse: Pelo menos 3 pessoas foram detidas após o reide no âmbito da luta contra terrorismo”.

A França continua em estado de emergência que, segundo a declaração do presidente francês, François Hollande, pode continuar três meses.

Operações contra terrorismo são realizadas no subúrbio Bobuigny de de Paris, nas cidades de Calais, Jeumont e outros lugares.

O mandato de busca foi emitido para Salah Abdeslam, um dos supostos autores de atentados. O suspeito pode ser um dos três irmãos que alugaram um veículo para transportar armas e homens-bombas para atentado de sexta-feira na sala de concertos, onde a maioria de vítimas foi morta.

Além disso, na manha da segunda-feira (16) o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, declarou que o país deve estar preparado para mais atentados.

O ataque de sexta-feira 13 de Novembro é o maior na capital da França desde tempos da Segunda Guerra Mundial. Entre os locais afectados estavam várias ruas da capital, a sala de concertos Bataclan, perto do centro, e o estádio Stade de France, ao norte da cidade. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA