“Operação vassoura” na Guiné-Bissau

Mercado de Bandim, Bissau (Liliana Henriques)
Mercado de Bandim, Bissau (Liliana Henriques)
Mercado de Bandim, Bissau
(Liliana Henriques)

A Policia Judiciária está no terreno com a “operação vassoura” para varrer a onda de assaltos que se faz sentir actualmente em Bissau. Segundo a PJ mais de 500 pessoas indocumentadas foram detidas em apenas numa semana.

Assaltos à mão armada em casas particulares, a lojas, aos escritórios, pessoas que são atacadas em plena luz do dia nas ruas da capital. A Polícia Judiciária diz que o crime aumenta a cada dia que passa. As Forças Armadas, através da polícia militar e o regimento dos Comandos, têm estado a efectuar patrulhas nocturnas, os serviços de Migração e Fronteiras, também. Em apenas uma semana, mais de 500 pessoas indocumentadas foram detidas.

A Polícia Judiciária apresentou esta sexta-feira à imprensa um grupo de indivíduos como sendo os cérebros do clima do terror que se vive em Bissau. “Nós neste momento temos nove pessoas detidas… durante toda a operação houve pessoas detidas que foram apresentadas ao Ministério Público, na semana passada, e a essas pessoas, pela informação que tive, foram-lhes aplicadas outras medidas e não estão nas celas”, referiu Fernando Jorge da Costa, responsável da PJ.

Só em 2015 e apenas em Bissau a PJ registou 105 casos de assaltos à mão armada, dos quais 41 foram homicídios. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA