“Não há ameaças específicas” contra Nova Iorque, diz Bill de Blasio

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Times Square, as ruas de Manhattan e alguém que fabrica e veste um colete explosivo: os extratos do novo vídeo revelado pelo autoproclamado Estado Islâmico não intimidam as autoridades de Nova Iorque. Estas garantem não haver ameaças específicas, embora reconheçam que a cidade continua a ser um alvo.

O presidente da câmara de Nova Iorque reagiu esta quarta-feira, logo depois da revelação do vídeo. Bill de Blasio pediu aos nova-iorquinos que continuem com as suas vidas normais e defendeu: “É importante notar que não há ameaças credíveis e específicas contra Nova Iorque. A cidade de Nova Iorque não se deixa intimidar. Sabemos que os terroristas querem intimidar e dividir a nossa sociedade democrática. Não nos submeteremos aos seus desejos”.

A polícia de Nova Iorque explica que as imagens não são novas. Terão já sido usadas em vídeos em abril.

Mas a segurança de Nova Iorque começou a ser reforçada na semana passada. Cerca de 500 agentes, especialistas em atividades terroristas, vão juntar-se aos 35 mil polícias já no terreno. As festas de Natal, de Ação de Graças e a noite de São Silvestre trazem milhões de turistas à cidade. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA