Namibe: CFM contará com centros de formação profissional

Namibe:ministro dos transportes inaugura residencia para funcionarios do sector ferroviario (Foto: Anabela do Ceu Fritz)
Namibe:ministro dos transportes inaugura residencia para funcionarios do sector ferroviario (Foto: Anabela do Ceu Fritz)
Namibe:ministro dos transportes inaugura residencia para funcionarios do sector ferroviario (Foto: Anabela do Ceu Fritz)

Os caminhos de Ferro de Moçâmedes poderá contar nos próximos tempos com centros de formação profissional para aprendizagem de vários cursos ligados à engenharia mecânica e não só, garantiu sexta-feira nesta cidade o ministro dos Transportes, Augusto Tomás.

Namibe:ministro dos transportes inaugura residencia para funcionarios do sector ferroviario (Foto: Anabela do Ceu Fritz)
Namibe:ministro dos transportes inaugura residencia para funcionarios do sector ferroviario (Foto: Anabela do Ceu Fritz)

O governante falava após a inauguração de uma escola de seis salas de aulas, com capacidade para albergar 527 alunos do ensino primário, no município da Bibala, 234 quilómetros a norte da província do Namibe.

Sem avançar datas, Augusto Tomás disse que há ligações específicas com relação à formação profissional, por isso serão construídos centros de formação profissional para os funcionários dos Caminhos de Ferro de Moçâmedes, bem como a construção de um centro de saúde.

“Como se diz o caminho se faz caminhando e com os poucos recursos disponíveis e com boa vontade, criatividade e iniciativa vamos resolvendo gradualmente os problemas dos mais novos e mais velhos, temos que ter paciência, confiança e esperança num futuro melhor”, disse.

Os problemas da educação, habitação, saúde, transportação, formação profissional foram apontados pelo governante como sendo um direito do povo angolano, que lutou pela conquista da sua independência com muito sangue, suor, luto e sacrifício.

Importa realçar que durante a sua estadia de algumas horas à província do Namibe, o ministro angolano inaugurou residências do tipo T2, T3,T4 e T6 nas localidades do Saco-Mar e Praia Amelia e uma escola de seis salas de aulas no município da Bibala.

A delegação ministerial deslocou-se à província vizinha da Huila com o mesmo objectivo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA