Nacionalistas condecorados manifestam reconhecimento

Nacionalistas condecorados pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miúdo)
Nacionalistas condecorados pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miúdo)
Nacionalistas condecorados pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miúdo)

Os nacionalistas angolanos condecorados pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, foram unânimes em considerar hoje, quarta-feira, que as medalhas outorgadas simbolizam o reconhecimento pela luta da dignidade dos angolanos.

“É um sentimento de orgulho e satisfação, porquanto sinto-me um representante de todos quantos lutaram pela libertação do país”, ressaltou o general António dos Santos França “Ndalu”, que foi condecorado com a “Ordem António Agostinho Neto”.

Disse que hoje com a independência, “os mais jovens devem agora levar o país avante, trabalhado mais, não por uma luta armada, mas sim pelo desenvolvimento económico de Angola”.

Para o general João Luis Neto “Xietu”, que também recebeu a medalha “Ordem António Agostinho Neto”, o gesto é um reconhecimento público por tudo quanto fez durante 14 anos de luta armada, aliados aos 40 anos da independência nacional.

“Valeu a pena os sacrifícios consentidos, porque hoje estamos a ganhar os frutos para o desenvolvimento da sociedade angolana”, pontualizou.

Por seu lado, Rodeth Máquina Teresa Gil, condecorada com a “Ordem Combatentes da Liberdade”, considerou a mesma de merecida e agradeceu o gesto do Presidente da República.

“São 40 anos de independência e essa condecoração é um marco para mim”, destacou a nacionalista angolana.

O Chefe de Estado angolano condecorou estas individualidades durante o almoço oficial de confraternização, que ofereceu a alguns Chefes de Estados ou seus representantes e demais convidados por ocasião do 40º aniversário da Independência Nacional, assinalado hoje, na capital.

Na mesma cerimónia foram igualmente condecorados Santana André Pitra “Petroff”, com a “Ordem da Independência”, Jorge Alicerces Valentim, Tonta Afonso Castro, Augusto Teixeira de Matos, José César Augusto, Benigno Vieira Lopes e Jovita Neves Nunes, com a “Ordem Combatentes da Liberdade” e o ciclista Alberto Silva “Pepino”, com a “Ordem Sociedade Civil”. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA