Moçambique: Cerca de 71 mil pessoas vítimas da seca em Gaza

(jornalnoticias.co.mz)
(jornalnoticias.co.mz)
(jornalnoticias.co.mz)

Estima-se que 71 mil pessoas continuam a enfrentar uma grave situação da seca em Gaza, resultando na perda de culturas diversas e falta de água para o consumo e abeberamento do gado.

Situação crítica regista-se particularmente nos distritos de Chicualacuala, Massangena, Mabalane, Guijá, Massingir e Chigubo, de acordo com dados divulgados semana passada em Xai-Xai durante a última sessão do Governo provincial.

Para minimizar o sofrimento das populações, o Executivo de Gaza está a levar a cabo acções de mitigação como é o caso da construção de furos multifuncionais, distribuição de água através de camiões e tractores, entre outras soluções.

Informação prestada pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades em Gaza, dá conta da abertura de quatro furos em Queque, Titite Saúte e Undlopfu em Chigubo, estando ainda em estudo a instalação de fontes de abastecimento de água em Zinhane, no mesmo distrito.

Por outro lado, no quadro do reforço da capacidade no fornecimento deste indispensável líquido para socorrer a situação crítica de Chigubo, os executivos distritais de Bilene e Massingir disponibilizaram dois tractores-cisterna com capacidade de 5000 litros cada.

Estas iniciativas permitiram o fornecimento de 349 300 litros de água a 19 povoados de Chigubonos últimos quatro messes e foram levadas a cabo várias feiras agro-comerciais que resultaram na venda de mais de 1000 animais entre bovinos, caprinos, ovinos, suínos e aves, para minimizar a situação da carência de alimentos e outros bens essenciais.

Por outro lado, o Governo provincial, com apoio do Programa Mundial de Alimentação (PMA), está a criar condições de ajuda de emergência através dos programas de comida pelo trabalho, envolvendo um total de 4760 pessoas.

Com efeito, foram disponibilizadas desde Agosto à esta parte mais de 900 toneladas de alimentos, com destaque para cereais e legumes, quantidade suficiente, de acordo com as nossas fontes, para um período de quatro meses.

Ao INGC tem chegado apoios, de diversas organizações, às vítimas da seca destacando a recepção na semana passada de cerca de 3 toneladas de alimentos e roupa doados pelo Secretariado do Comité Provincial do Partido Frelimo.

Por seu turno, o Gabinete do esposo da governadora de Gaza juntou-se ao grande movimento de solidariedade para com as vítimas da seca através da distribuição de kits alimentares e água aos alunos do distrito de Chigubo, para além de apoio às crianças orfãs e vulneráveis e a doentes crónicos.

O mesmo gestofoi manifestado pela Associação dos Empreiteiros de Gaza que contribuiu em meios de transporte e combustível para Chigubo e a Fundação para o Desenvolvimento das Comunidades (FDC) entregou um donativo constituído por kits alimentares. (jornalnoticias.co.mz)

por VIRGÍLIO BAMBO

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA