Ministro das Relações Exteriores condecorado pelo Estado brasileiro

Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (foto de arquivo) (Foto: Francisco Miúdo)
Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (foto de arquivo) (Foto: Francisco Miúdo)
Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (foto de arquivo) (Foto: Francisco Miúdo)

O ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti, foi condecorado nesta sexta-feira, em Brasília, pelo Estado brasileiro, com a Grã Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul.

Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores, o governo da Presidente Dilma Rousseff justifica a atribuição da distinção pelos 40 anos de Independência Nacional e pelo dinamismo da cooperação entre Angola e o Brasil.

O embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme, foi igualmente agraciado com a mesma ordem, que representa a maior condecoração do governo atribuída a entidades estrangeiras que realizam grandes feitos para o país.

A Grã-Cruz é uma ordem destinada a Chefes de Estado, Chefes de Governo, Príncipes das Casas Reinantes, Presidentes do Poder Legislativo e das Cortes Supremas de Justiça, ministros de Estado, embaixadores, governadores, almirantes, marechais, marechais-do-ar, almirantes-de-esquadra, generais-de-Exército, tenentes-brigadeiros e outras personalidades de hierarquia equivalente.

O Brasil foi o primeiro país a reconhecer a Independência de Angola, proclamada pelo primeiro Presidente e fundador da nação, António Agostinho Neto, a 11 de Novembro de 1975.

O chefe da diplomacia angolana encontra-se no Brasil desde quinta-feira, onde participou num seminário sobre os 40 anos do estabelecimento das relações político-diplomáticas entre os dois países, realizada nesta sexta-feira, em Brasília. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA