Militares israelitas disfarçados matam e sequestram em hospital da Cisjordânia

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Disfarçados de civis, incluindo de mulher grávida, militares das forças armadas israelitas entraram num hospital da Cisjordânia, abateram um homem e levaram outro, suspeito de ser autor de um ataque com uma arma branca contra um colono israelita.

O homem levado pelos militares chama-se Azzam al-Shalalda, de 22 anos. A vítima mortal era seu primo. Foi atingido com cinco tiros quando saia da casa de banho, no momento em que os homens armados entraram na sala de Al-Shalalda. Foi atingido com cinco balas: uma na cabeça, outra no peito, e três no corpo.

O exército confirmou a operação.

De acordo com o diretor do hospital al-Ahly, em Hebron, o incidente aconteceu por volta das 3 da manhã desta quinta-feira.

Centenas de palestinianos participaram no funeral do jovem que tinha 27 anos. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA