Lunda Sul: Valores e princípios que nortearam a independência de Angola são inegociáveis

Julião Mateus Paulo "Dino Matrosse", secretário-geral do MPLA (Foto: Hélder Dias)
Julião Mateus Paulo "Dino Matrosse", secretário-geral do MPLA (Foto: Hélder Dias)
Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”, secretário-geral do MPLA (Foto: Hélder Dias)

Os valores e princípios que nortearam a independência de Angola, assentes na soberania e identidade, são inegociáveis, pois foram construídos com muito sacrifício e esforço de várias gerações de angolanos patriotas, afirmou hoje, sexta-feira, em Saurimo, província da Lunda Sul, o secretário-geral do MPLA, Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”.

Dino Matrosse fez esta afirmação quando discursava no acto político de massas que teve lugar no largo 1º de Maio em Saurimo, tendo apelado à população angolana a não se deixar enganar por falsas políticas, sobretudo aqueles que concorrem para a desestabilização do país.

“ Por isso, temos de continuar vigilantes e não baixar a guarda diante daqueles que nos querem mal e que pela calada da noite tentam destruir os bens públicos, sabotar os postos de transformação de energia, violar as condutas de água, tentando destruir aquilo que o MPLA, através do executivo, tem vindo a construir para o bem do povo”, alertou.

Para tal, o político defendeu a necessidade de se continuar a reforçar a formação política e patriótica da juventude angolana, para que sejam a vanguarda na unidade de acção e de pensamento, preservando assim os valores e princípios que unem o povo angolano.

“ Os angolanos devem preservar a independência e a paz, independentemente das suas convicções políticas, pois que fruto disso, hoje os angolanos podem guiar os destinos do seu país e assim usufruírem dos ganhos visíveis como a melhoria no acesso à educação, saúde, saneamento básico e melhoria da circulação de pessoas e bens”, disse.

Segundo afirmou, o MPLA tem consciência de que é no povo onde reside a força e a sabedoria e encontra explicações certas dos seus profundos anseios e necessidades, daí a palavra de ordem para o VII Congresso Ordinário do partido que será realizado em Agosto de 2016 “MPLA com o povo-rumo à vitória”.

Por outro lado, apelou aos jovens filiados na JMPLA no sentido de continuarem a trabalhar para a preservação das conquistas alcançadas com a independência nacional e a consolidação da paz, com vista ao bem-estar da sociedade. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA