Ligação de homem preso na Alemanha com atentados em Paris tem ‘fundamento’

Ministro-presidente da Baviera, Horst Seehofer (AFP)
Ministro-presidente da Baviera, Horst Seehofer (AFP)
Ministro-presidente da Baviera, Horst Seehofer (AFP)

A ligação entre um homem detido na Alemanha na semana passada na posse de armas automáticas e explosivos e os ataques em Paris tem “fundamento”, declarou neste sábado o ministro-presidente da Baviera, Horst Seehofer.

“Há uma suposição de que há uma possível ligação com os ataques”, disse Seehofer, em um comício da CSU, o partido conservador que lidera.

Pouco antes, a polícia judiciária confirmou a prisão de um homem em 5 de Novembro na Baviera, quando transportava em seu veículo “várias metralhadoras, revólveres e explosivos”.

Contudo, o porta-voz da polícia se recusou a confirmar à AFP uma conexão com os ataques em Paris, dizendo que não poderia dizer “o que ele pretendia fazer com suas armas”.

Dois meios de comunicação alemães, a rádio Bayerische Rundfunk e a revista Focus, afirmaram que este homem seria de Montenegro e que manteve silêncio durante o interrogatório policial.

Para Seehofer, a prisão “mostra o quão importante é sabermos claramente quem está em nosso país e o que circula através de nosso país”.

Como chefe da CSU, elemento-chave da maioria parlamentar de Angela Merkel, Seehofer se opõe vigorosamente a política da chanceler de fronteiras abertas aos refugiados.

A Baviera é a região por onde transitam a maioria dos migrantes que chegam pela Áustria.

Ele aproveitou a oportunidade para reiterar o seu apelo a um reforço dos controles fronteiriços nas fronteiras externas, bem como na Europa. A Alemanha também ampliou seus controles fronteiriços em Fevereiro. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA