Interrogatórios dos 17 arguidos acusados de rebelião no seu terceiro dia

Arguidos acusados de rebelião em julgamento (Foto: Pedro Parente)
Arguidos acusados de rebelião em julgamento (Foto: Pedro Parente)
Arguidos acusados de rebelião em julgamento (Foto: Pedro Parente)

Os interrogatórios dos 17 arguidos acusados de actos preparatórios de rebelião continuam esta quarta-feira, em Luanda, na 14ª sessão dos Crimes Comuns do Tribunal Provincial de Luanda.

No dia de hoje, os interrogatórios estarão dirigidos ao co-réu Mbanza Hanza, de acordo com fonte da defesa, que será o segundo a ser ouvido em relação aos factos imputados a estes cidadãos.

Os mesmos são ainda acusados de atentado contra o Presidente da República e outras instituições do Estado.

De acordo com o Ministério Público, os acusados foram detidos em flagrante delito no bairro da Vila Alice, em Luanda, quando se encontravam reunidos em uma sessão de formação de activistas para a preparação de actos de sublevação.

O Ministério Público realça ainda que os mesmos pretendiam mobilizar a população do país para uma insurreição e desobediência civil colectiva, com a colocação de barricadas nas principais artérias da cidade capital e a queima de pneus em locais com maior afluência de cidadãos estrangeiros, e com especial destaque nas imediações do Palácio Presidencial, no intuito de derrubar o Presidente da República.

O julgamento ocorre no quadro da Lei dos crimes contra a segurança do Estado. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA