Instabilidade económica e financeira preocupa bancos centrais da SADC

(Foto:D.R.)
(Foto:D.R.)
(Foto:D.R.)

O impacto negativo da instabilidade macroeconómica e financeira que se vive na região da SADC preocupa os governadores dos bancos centrais, revelou sexta-feira última, em Luanda, o governador do BNA, José Pedro de Morais.

O governante, que falava durante a abertura da 41º reunião do Comité dos Governadores dos Bancos Centrais da SADC, informou que ‘a situação económica mundial actual desperta preocupações, mas a integração regional torna possível dar resposta a uma diversidade de fenómenos que são transversais aos países membros, proporcionando uma convergência entre os interesses domésticos regionais’.

Na ocasião, José Pedro De Morais deu a conhecer a importância e o papel que cada um dos países tem para desenvolvimento económico coordenado na região, assim como para a estabilização politica e macroeconómica de toda a comunidade para alcançar os objectivos chave traçados para a região, designadamente o crescimento e desenvolvimento económico, estabilidade macroeconómica, bem como o aumento das relações comerciais entre os países, além da erradicação pobreza e a melhoria dos padrões de vida dos povos.

O evento, promovido pelo Banco Nacional de Angola (BNA), que decorreu à porta fechada no Hotel de Convenções de Talatona, em Luanda, e que teve a duração de três dias, centrou-se na estreita cooperação entre os bancos nas áreas de política monetária, supervisão bancária, mercados monetários e de capitais, relações financeiras internacionais, sistemas de pagamento, compensação e liquidação, formação, sistemas de informação e branqueamento de capitais.

O que é o CCBG

O CCBG reúne-se duas vezes por ano, em Abril e Setembro respectivamente, sendo a presidência permanente do Comité assegurada pelo Governador do Reserve Bank da África do Sul (SARB).

O Comité dos Governadores dos Bancos Centrais da SADC (CCBG) foi criado em 1995. A sua criação obedeceu à necessidade de uma estrutura especializada na promoção e no alcance de uma estreita cooperação entre os bancos centrais da África Austral, e tem vindo a desenvolver um conjunto de actividades no âmbito de alguns projectos e iniciativas, com destaque para o desenvolvimento de uma base de dados de estatísticas monetárias e financeiras.

O desenvolvimento de um banco de informação sobre as estruturas e políticas dos bancos centrais e os mercados financeiros nos países da SADC, bem como o desenvolvimento dos sistemas de pagamento, compensação e liquidação para os países da região e repatriação de notas e moedas entre os países da SADC são objectivos do CCBG.

O impacto dos controlos cambiais sobre fluxos transfronteiriços de mercadorias, serviços e capitais bem como a coordenação da formação dos quadros dos bancos centrais da SADC e operacionais dos bancos centrais, cooperação no domínio das tecnologias de informação e comunicação, serviços de protecção, supervisão bancária e convergência macroeconómica, são, entre outras, actividades que têm sido desenvolvidas por este órgão. (opais.ao)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA