Huíla: Governo provincial admite concursos públicos para Saúde e Educação

Governador da Huíla, Marcelino Tyipinge (Foto: José Krithinas)
Governador da Huíla, Marcelino Tyipinge (Foto: José Krithinas)
Governador da Huíla, Marcelino Tyipinge (Foto: José Krithinas)

O governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, anunciou hoje, segunda-feira, no município dos Gambos, a pretensão da realização de concursos públicos para o provimento de vagas nos sectores da Saúde e Educação, para diminuir o défice de quadros.

O anuncio foi feito durante um encontro com o Conselho de Auscultação dos Gambos, tendo salientado que os esforços são enormes para o sector social, saúde, educação, pois têm alguns problemas ainda com o número insuficiente de professores, de médicos, enfermeiros e ainda de outro pessoal.

Destacou que estão a trabalhar com os Ministérios das Finanças e da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), para que possam ainda este ano promover os concursos nestes sectores fundamentalmente, pois os outros irão aguardar, porque os recursos são escassos e não podem ser admitido mais pessoal.

“Estes dois sectores são estratégicos, pois temos que aumentar pelo factor de termos estado a aumentar as salas de aulas, que consequentemente aumentará o número de alunos e logo, o efectivo tem que aumentar”, realçou.

O governador não avançou números de quadros a admitir, mas lembrou que a província contava com pelo menos 21 mil professores e hoje tem menos de 19 mil docentes, porque muitos destes foram reformados, outros faleceram e por outras razões. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA