Huíla: Autoridades assinalam queda da taxa de seroprevalência

Huila : Hospital Central do Lubango (Foto: Morais Silva)
 Huila : Hospital Central do Lubango (Foto: Morais Silva)

Huila : Hospital Central do Lubango
(Foto: Morais Silva)

Pelo menos dois mil e setenta e nove casos de HIV/sida foram registados até Setembro deste ano, observando-se a uma diminuição de 188 casos, de um total de mais de quarenta mil pessoas testadas.

Falando hoje terça-feira à imprensa, a propósito da prevalência da doença na região, o supervisor provincial do Programa de Prevenção e Comba à Sida, Levi Gomes, afirmou que neste período foram diagnosticados 2079 novos casos até ao terceiro trimestre, contra 2.267 do igual balanço de 2014.

Lembrou que a taxa de seroprevalência tende a subir nos últimos 10 anos, onde a preocupação recai para os municípios do Lubango, Caluquembe, Cacula e Matala.

Levi Gomes sublinha que desde 2004 até ao ano passado houve sempre o registo de aumento da taxa de seroprevalência.

Realçou que em 2004 registou-se uma taxa de 2,8 porcento e até 2014 estes números se fixaram em 3,4, fasquia que se mantém este ano.

Sem avançar números de mortes pela doença, o técnico disse que prosseguem trabalhos de sensibilização em hospitais, escolas mercados e na via pública para travar o avanço da enfermidade.

Enalteceu as políticas do governo tendentes a disponibilizar medicamentos para as pessoas infectadas, assim como reagentes para os testes rápidos nas cento e uma unidades com esta competência, nos 14 municípios da província da Huíla.

Em 2014, a província da Huíla notificou mil e 568 casos de VIH, fruto de 57 mil e 601 testes realizados, sendo que 81 foram diagnosticadas em crianças, causando 18 mortes. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA