Huíla: Agricultores satisfeitos com políticas de protecção à produção

Víctor Fernandes - agricultor (Foto: Fernando Jamba)
Víctor Fernandes - agricultor (Foto: Fernando Jamba)
Víctor Fernandes – agricultor (Foto: Fernando Jamba)

As políticas de protecção de de incentivo à produção interna levadas a cabo pelo Ministério do Comércio permitem aumentar os níveis de produção, disse hoje, na Matala (Huíla), o presidente da Cooperativa de Agricultores 1º de Maio, Víctor Fernandes.

De acordo com Víctor Fernandes, em declarações à Angop, os agricultores fazem um balanço positivo do processo da comercialização dos produtos, graças a Nova Pauta Aduaneira e ao processo de actualização dos principais importadores e exportadores do país.

A orientação do Executivo angolano de proteger e incentivar à produção nacional, prosseguiu, tem estado a melhorar as condições de vida das populações, principalmente para os agricultores, já que a sua produção tem mais valor.

Relativamente às taxas, afirmou que as alterações dependem muito da situação económica e social e da produção interna do país. “Estes factores fazem com que negociemos com os empresários nacionais para ver onde é que poder-se-á aumentar ou serem desagravadas”, disse.

Sublinhou que o objectivo do Governo é, além de incentivar a indústria nacional, garantir o normal abastecimento de bens às famílias em produtos de primeira necessidade e com mais qualidade.

O responsável afirmou que pelo menos três mil toneladas de produtos diversos foram colhidas e comercializados pelos agricultores do perímetro irrigado da Matala.

A cooperativa 1º de Maio explora mais de sete mil hectares do perímetro irrigado da Matala, zona onde se produz mais de 150 mil toneladas de alimentos/ano. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA