Huambo: Ex-militantes da UNITA ingressam no MPLA

PRIMEIRO SECRETARIO DO MPLA NO HUAMBO, KUNDI PAIHAMA (Foto: EDILSON DOMINGOS)
PRIMEIRO SECRETARIO DO MPLA NO HUAMBO, KUNDI PAIHAMA (Foto: EDILSON DOMINGOS)
PRIMEIRO SECRETARIO DO MPLA NO HUAMBO, KUNDI PAIHAMA (Foto: EDILSON DOMINGOS/Arq.)

Oitocentos e 33 ex-militantes da UNITA ingressaram sexta-feira no MPLA, nos municípios do Bailundo e Mungo, província do Huambo.

Os mesmos juntam-se aos cerca de 16 mil, que, desde 2008, trocaram voluntariamente a UNITA pelo MPLA.

O acto de ingresso massivo dos mesmos decorreu em simultâneo nas duas localidades, sendo 448 no Bailundo e 385 no Mungo.

Em nome dos 833 ex-militares da UNITA, José Gonçalves afirmou que a decisão foi tomada de forma individual, consciente e voluntária.

Presente no acto do município do Bailundo, realizado na comuna do Lunge, o 1º secretário do MPLA na província do Huambo, Kundi Paihama, enalteceu a coragem e determinação dos novos militantes, aos quais desejou boas vindas.

Apelou aos mesmos no sentido de manterem-se vigilantes e denunciarem todos aqueles que procuram realizar acções de perseguições e pânico nas comunidades.

Kundi Paihama realçou que o momento é de mudança e ninguém pode privar a liberdade do cidadão escolher, por livre e espontânea vontade, o seu partido.

Na semana passada, o MPLA na província do Huambo recebeu 409 ex-militantes da CASA-CE e desde 2008 já recebeu cerca de 16 mil provenientes da UNITA, seu maior rival. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA