Homem-bomba do EI faz 4 policiais feridos na Turquia

Seguranças em Antalya (Foto de OKAN OZER/POOL/AFP)
Seguranças em Antalya (Foto de OKAN OZER/POOL/AFP)
Seguranças em Antalya (Foto de OKAN OZER/POOL/AFP)

Um militante do grupo Estado Islâmico (EI) detonou explosivos agarrados ao próprio corpo durante uma batida da polícia turca, na noite de sábado, em Gaziantep, no sudeste da Turquia, ferindo quatro policiais.

Um dos policiais está em estado grave, relatou a agência de imprensa Dogan.

Grande cidade na fronteira com a Síria, Gaziantep está localizada a aproximadamente 500 km de Antalya (sul do Mediterrâneo), onde ocorre neste domingo a cúpula do G20, que reúne os líderes dos países mais ricos do planeta.

Durante a intervenção da polícia antiterrorista contra um apartamento da cidade, suspeito de servir de esconderijo para os jihadistaa, um suicida se explodiu na aproximação da polícia, segundo a agência de notícias Dogan.

A polícia fazia buscas como parte da investigação do duplo atentado suicida de 10 de Outubro, em frente à estação de trem de Ancara, que matou 102 manifestantes reunidos em uma “marcha pela paz”, no ataque mais sangrento da história da Turquia.

No sábado, quatro militantes do movimento jihadista que estavam em um carro foram mortos pelo exército turco quando se aproximaram de um posto militar na fronteira com a Síria, perto de Gaziantep.

O incidente de sábado aconteceu um dia depois dos ataques na capital francesa (pelo menos 129 mortes), que foram reivindicados pelo grupo Estado Islâmico.

Além disso, a polícia prendeu sete pessoas suspeitas de pertencer ao EI em uma acção realizada na manhã deste domingo em Ancara, informou a agência de notícias pró-governo Anatolia.

Os suspeitos, colocados sob custódia, devem ser apresentados em tribunal na capital turca, segundo a agência.

As autoridades turcas têm intensificado intervenções em círculos jihadistas após o atentado suicida em Ancara. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA