Guerrilha colombiana está disposta a libertar soldados sequestrados

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O Exército de Libertação Nacional (ELN) da Colômbia declarou-se nesta segunda-feira disposto a libertar o mais rapidamente possível, sob condições, os soldados sequestrados depois de um ataque dessa guerrilha que fez 12 mortos em 26 de Outubro.

Em um comunicado, o ELN, segunda guerrilha do país, ratificou “a vontade de libertar os soldados prisioneiros de guerra o quanto antes possível, mas isso não depende apenas da vontade ELN, depende de que o governo permita que os soldados regressem com vida, que garanta a segurança e as condições de entrega a uma Comissão Humanitária, sem a presença nem ameaças das forças públicas”. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA