“Governo de gestão com Parlamento contra não me parece viável”

(DR)
(DR)
(DR)

João Salgueiro aponta a burocracia como um dos maiores obstáculos ao desenvolvimento económico do país.

João Salgueiro foi um dos sete economistas que falou com Cavaco Silva, numa altura em que o país ainda espera a decisão da Presidência da República sobre a eventual solução governativa. Esta segunda-feira, numa extensa entrevista ao Diário Económico, o ex-governante volta a abordar o tema, admitindo que vê um Governo PS com apoio à esquerda como um “mal menor” no atual momento.

“Governo de gestão com maioria do Parlamento contra, não me parece viável”, diz João Salgueiro, que por outro lado admite não saber como caracterizar a atual maioria de esquerda.

“É uma solução que é uma convergência tática, que pode ser possível mas que é sempre precária”, considera.

Na sua perspetiva, o debate atual centra-se também muito se a solução certa para Portugal depende de mais ou menos austeridade. “Nenhuma delas faz sentido. O que interessa são os resultados”. E estes dependem de “investimento produtivo”.

Ainda assim, João Salgueiro também não tem dúvidas quando se trata de apontar erros às atuais políticas, em Portugal e na Europa.

“As políticas que têm sido seguidas foram das mais desastrosas da Europa”, aponta, acrescentando que Portugal está mais dependente de financiamento externo, “um caminho que não assegura os objetivos dos portugueses” – sobre os quais considera haver um consenso alargado em Portugal –, “e que faz [Portugal] perder soberania”. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA