França: Procurador diz que mentor dos atentados de Paris planeava se explodir na semana seguinte

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O suposto mentor dos ataques de 13 de Novembro em Paris, Abdelhamid Abaaoud, planeava se explodir na semana seguinte em outro ataque no bairro de La Défense, no oeste da capital francesa, informou nesta terça-feira o procurador de Paris.

O jihadista belga-marroquino de 28 anos que foi morto na semana passada durante uma operação da polícia contra o apartamento em que se encontrava escondido em Saint-Denis (norte de Paris).

Sua prima, Hasna Aitboulahcen, e um outro homem presente no local, mas que ainda não foi identificado, também morreram na operação, um dos dois na explosão de um colete de explosivos que carregava consigo.

Abaaoud planeava cometer um novo atentado no dia 18 ou 19 de Novembro, o que leva a crer que novas mortes foram evitadas por pouco.

Segundo o procurador Molins, os investigadores também estabeleceram que Abaaoud “retornou às cenas dos ataques”, que fizeram 130 mortos e 350 feridos. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA