Fox News: havia um cronómetro a bordo do Airbus A321 caído no Egipto

(Sputnik/ Maxim Grigoryev)
(Sputnik/ Maxim Grigoryev)
(Sputnik/ Maxim Grigoryev)

Investigadores envolvidos no caso da queda do avião russo Airbus A321 na península do Sinai descobriram que havia um cronómetro a bordo da aeronave, informou o canal de televisão Fox News, citando uma fonte ligada à investigação. O dispositivo teria sido programado para ser accionado duas após a descolagem.

O canal destacou desconhecer a procedência exacta dessa informação: se a mesma fora obtida a partir da correspondência interceptada entre os terroristas ou durante a análise dos destroços do acidente.

Uma outra fonte revelou ainda que, de acordo com uma das versões cogitadas, a bomba foi instalada no sistema de aquecimento da aeronave, ou próximo a ele, ou ainda no local de sua conexão com o motor. Tal teoria, segundo contou a fonte, explicaria a ausência de pistas visíveis.

O Airbus A321, da companhia russa Kogalymavia (Metrojet), com 224 pessoas a bordo, caiu na Península do Sinai, no Egipto, pouco depois de deixar a cidade balneária egípcia de Sharm el-Sheikh em direcção a São Petersburgo, na Rússia. Todos os passageiros e membros da tripulação morreram. Embora as investigações ainda estejam em andamento, teorias sobre um possível ataque terrorista vêm recebendo forte respaldo internacional, inclusive da inteligência norte-americana. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA