Egito liberta jornalista “incómodo”

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

As autoridades egípcias libertaram o jornalista e ativista dos direitos humanos Hossam Bahgat, dois dias depois de ter sido detido por um artigo escrito sobre o julgamento de antigos oficiais do exército, alegadamente acusados de prepararem um golpe de Estado. Bahgat enfrenta a acusação de publicar informações falsas. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA