Cunene: SME regista mais de dez mil movimentos migratórios em sete dias

Cunene: Posto fronteiriço de Ruacaná no municipio do Curoca (Foto: Rosário dos Santos)
Cunene: Posto fronteiriço de Ruacaná no municipio do Curoca (Foto: Rosário dos Santos)
Cunene: Posto fronteiriço de Ruacaná no municipio do Curoca (Foto: Rosário dos Santos)

O Serviços de Migração e Estrangeiros (SME) na província do Cunene registou dez mil e 895 movimentos migratórios nos postos fronteiriços de Santa clara, Ruacaná, Okalonga e Calueque, fronteira com a República da Namíbia, nos últimos sete dias.

Os dados constam do relatório da instituição, a que Angop teve acesso, destacando que deste número oito mil e 59 são cidadãos nacionais e 236 estrangeiros, sendo maioritariamente namibianos, sul-africanos, portugueses, cubanos, zambianos e brasileiros.

O documento informa que no período em referência, o SME registou igualmente três infrações migratórias, que permitiu a interpelação de dois estrangeiros em situação migratória ilegal, bem como a expulsão de forma judiciária de outros dois estrangeiros.

No âmbito da emissão de passaportes ordinários, o órgão recepcionou 50 pedidos, 28 para emissão e 22 para reemissão, bem como procedeu a entrega de 47 passaportes aos seus respectivos proprietários. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA