Cuanza Norte: Mais de mil jovens frequentam cursos profissionais

Cuanza Norte: Centros de artes e ofícios aumentam opções de formação dos jovens(Foto: Estevão Manuel)
 Cuanza Norte: Centros de artes e ofícios aumentam opções de formação dos jovens (Foto: Estevão Manuel)

Cuanza Norte: Centros de artes e ofícios aumentam opções de formação dos jovens
(Foto: Estevão Manuel)

O chefe provincial do Cuanza Norte dos serviços do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) , Maurício da Costa, disse hoje, sexta-feira, nesta cidade, que mil 355 jovens frequentam este ano cursos profissionais.

Em declarações à Angop, o responsável sublinhou que a formação destes jovens teve início no princípio do ano nas especialidades de mecânica, frio comercial, electricidade de baixa tensão, corte e costura, canalização, decoração, canalização, soldadura, agricultura, mesa e bar, canalização, língua inglesa, entre outros.

Os cursos decorrem nos municípios de Cazengo, Ambaca, Cambambe, Golungo Alto, Quiculungo e Samba Cajú.

De acordo com Maurício da Costa os jovens, após terminarem a formação, são encaminhados para o mercado de trabalho através dos centros de emprego e para estágios profissionais em algumas empresas, acrescentando que no fim de cada ciclo formativo é realizado um encontro com as distintas entidades empregadoras com a finalidade de se dar a conhecer os recursos humanos disponíveis.

O responsável disse ainda que a outra estratégia do INEFOP são os programas de inserção de jovens na vida activa, através de programas de formação de empreendedorismo e gestão básica de negócios para os cidadãos que pretendam desenvolver a sua própria empresa.

O INEFOP conta também com cursos de curta duração, de três e quatro meses, denominado “ Avanço”, que consistem em formar técnicos que possam desenvolver pequenos serviços na comunidade, susceptíveis de proporcionarem rendimentos na área de cabeleireiro, montagem de antenas parabólicas, culinária e pastelaria.

O programa “Avanço”, que arrancou em princípio deste ano com 638 formandos, formou até a presente data 70 jovens nas especialidades de técnicos de montagem, reparação e manutenção de antenas parabólicas, mecânica de geradores de pequeno porte, barbearia, cabeleireiro , empregado de mesa e bar.

O INEFOP possui, no Cuanza Norte, nove unidades de formação profissional, entre um centro Integrado de emprego e formação profissional, dois formação profissional, três pavilhões de artes e ofícios e igual número de centros itinerantes, assegurados por 52 formadores. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA