Cuando Cubango: Defendida criação do Magistério Primário

Miguel Canhime, Director Provincial da Educação (Foto: Amandio Morais)
Miguel Canhime, Director Provincial da Educação (Foto: Amandio Morais)
Miguel Canhime, Director Provincial da Educação (Foto: Amandio Morais)

O director da educação no Cuando Cubango, Miguel Canhime “Kasavube”, defendeu hoje, sexta-feira, a necessidade da implantação urgente um Magistério Primário para cobrir o déficit “muito grande” no ensino primário.

Segundo o responsável, o déficit que se regista no ensino primário será, em parte, resolvida com a criação do Magistério Primário, visando a formação dos docentes direccionados.

Miguel Canhime defendeu a necessidade da construção de uma escola para o ensino especial no Cuando Cubango para suprir a carência de infra-estruturas estatais do género.

Informou que no Cuando Cubango existem apenas duas escolas, nomeadamente Perpetuo Socorro e da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (EICA), implantadas em Menongue, que estão a dinamizar o ensino especial.

O director informou que o Cuando Cubango necessita de um centro de recurso do Estado, que possa receber material didáctico para o ensino especial e distribuir em outras escolas, bem como a construção, pelo Estado, de escolas para o ensino especial, a julgar pelo interesse que actualmente os pais em matricular os filhos.

Lembrou que os alunos de ensino especial precisam de muita atenção, tanto dos pais como dos docentes, pelo que as instituições para o efeito devem ser construídas em zonas urbanas para facilitar o acompanhamento adequado.

Sem avançar números, Miguel Canhime disse que muitos alunos que já terminaram o primeiro ciclo no Cuando Cubango estão a prosseguir com os seus estudos na província de Benguela. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA