Cuando Cubango: Banco Yetu prioriza apoio ao sector agrícola

Cuando Cubango: Severim de Morais, PCA do Banco Yetu (Foto: Angop)
Cuando Cubango: Severim de Morais, PCA do Banco Yetu (Foto: Angop)
Cuando Cubango: Severim de Morais, PCA do Banco Yetu (Foto: Angop)

O presidente do Conselho de Administração do Banco Yetu, Severim de Morais, anunciou esta quinta-feira, na província do Cuando Cubango, que a instituição vai priorizar o crédito ao sector agrícola, por formas a desenvolver o ramo e contribuir no crescimento da economia nacional.

Em declarações à imprensa, na inauguração da primeira agência do Banco Yetu em Menongue, o responsável disse que o banco arranca com uma carteira inicial de 30 milhões de dólares e garantiu onze empregos directos.

O Banco Yetu, segundo o gestor, vai igualmente apoiar o desenvolvimento do sector agro-industrial, por ser um dos segmentos contidos no Plano de Desenvolvimento do Cuando Cubango, para o período 2013/2017.

“Seguimos e lemos, com muita atenção, o Plano de Desenvolvimento do Cuando Cubango 2013/2017 e vimos, com agrado, o projecto de construção para o parque industrial, o projecto agro-industrial, na zona do rio Longa, e agro-pecuária. A agricultura poderá ser uma área muito boa para ser financiada”, referiu.

Acrescentou que em 2016 o Banco Yetu pretende estender a sua linha de acção e abrir agências em Luanda, Benguela, Lobito, Huíla e Cunene.

Na sua óptica, o estabelecimento de uma relação de confiança entre a banca e os empresários poderá servir para ultrapassar as actuais debilidades económicas que se registam por causa da queda do preço do petróleo no mercado internacional.

Severim de Morais defendeu a necessidades de os projectos para a concepção de créditos serem viáveis. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA