COP21: A cimeira da esperança

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Os presidentes dos Estados Unidos e da China, países que constituem os dois maiores emissores de carbono do mundo, assumiram hoje “a responsabilidade” de combater em conjunto o aquecimento global.

“Na qualidade de países mais emissores de carbono, determinamos que é nossa responsabilidade agir” em favor do clima, disse o Presidente norte-americano, Barack Obama, após uma reunião com o homólogo chinês, Xi Jinping, realizada pouco antes do início da Cimeira do Clima, que começou hoje em Paris na presença de 150 chefes de Estado.

Duas semanas após os atentados de Paris, o encontro foi mantido apesar do ambiente de tensão e do Estado de Emergência em vigor, em virtude da importância maior para o futuro do planeta. Depois da euforia e posterior desilusão do encontro de 2009 em Copenhaga, são grandes as expectativas de se fechar, finalmente, um novo acordo.

Este entendimento terá por base os compromissos nacionais já avançados por mais de 170 países, cobrindo mais de 95% das emissões globais de gases com efeito de estufa, poderá garantir que as temperaturas aumentam entre 2,7ºC a 3ºC, abaixo dos 5ºC estimados no caso de se inverter a estratégia. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA