Chefe de Estado destaca laços de amizade com Moçambique

José Eduardo dos Santos Presidente da República (à dir.) (Foto: Francisco Miído)
José Eduardo dos Santos Presidente da República (à dir.) (Foto: Francisco Miído)
José Eduardo dos Santos Presidente da República (à dir.) (Foto: Francisco Miído)

O Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, recordou hoje, segunda-feira, em Luanda, que a República de Moçambique liga com Angola laços históricos profundos, com particular realce para os de solidariedade forjada na longa luta de libertação dos dois povos.

“Essa luta culminou com a independência de ambos os países no ano de 1975”, reconheceu o Presidente angolano, quando discursava no Palácio Presidencial na capital, no acto de abertura da reunião ministerial Angola/Moçambique, que visa estudar as possibilidades de novos projectos de cooperação.

Segundo José Eduardo dos Santos que estava ladeado do seu homólogo moçambicano, Filipe Jacinto Nyusi, “esses laços reforçaram-se ainda mais na luta que travamos a seguir contra o inimigo poderoso, o regime do apartheid, da qual também saímos vitoriosos, graças à abnegação, coragem e espírito de sacrifício dos dois povos”.

“Ilustres filhos dos nossos dois países, como Eduardo Mondlane e Samora Machel, por um lado, e Agostinho Neto, por outro, lançaram os alicerces em que assentam hoje os nossos estados soberanos e independentes”, recordou.

Para José Eduardo dos Santos, “os seus seguidores devem manter acesa a chama da luta pela dignidade e prosperidade”.

Acrescentou que foi passado o período mais conturbado dessa luta, vindo a centrar as nossas atenções na consolidação da paz e na cooperação económica, fundada nas excelentes relações políticas e diplomáticas que existem entre os dois estados, e na sua inserção no mesmo espaço geopolítico e nas mesmas organizações sub-regionais.

“Desde de 1978 vigora o acordo geral de cooperação económica, científica, técnica e cultural, cuja implementação nos levou a criar uma comissão de cooperação bilateral, que tem vindo a reunir-se com alguma regularidade”, destacou o Presidente angolano.

Filipe Jacinto Nyusi está na capital do país desde domingo em visita de estado à frente de uma delegação integrada por alguns ministros e empresários de Moçambique, no quadro do reforço da cooperação bilateral.

Angola e Moçambique países africanos de língua oficial portuguesa são membros da CPLP e SADC e mantém relações de cooperação nos domínios político, diplomático, económico, comercial e cultural. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA