Carlos Silva: “Fusão de Atlântico e Millennium Angola concluída até final de Março”

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

O CEO do Banco Privado Atlantico revela a OPAÍS qual o calendário para a concretização da anunciada fusão com o Millennium Angola.

No início de Outubro anunciava-se o primeiro grande processo de fusão na banca nacional, a do Banco Privado Atlantico e do Millennium Angola. A nova instituição, englobando dois bancos que se encontram entre os dez maiores do sector bancário.

O Atlantico é o 5º maior em termos de crédito e depósitos e o Millennium Angola é o 6º maior no que respeita ao crédito e o 8º quanto a depósitos.

Carlos Silva, CEO do Banco Privado Atlântico, esclareceu OPAÍS quanto ao processo de integração das duas instituições, sobre a nova marca do Millennium Atlantico e as implicações da fusão sobre a actual dimensão de cada uma delas, adiantando que será analisada ‘a seu tempo a marca que melhor identificará o MILLENNIUM ATLANTICO’ e que ‘a decisão final sobre o encerramento ou não de Centros/Agências será tomada mais a frente no processo de integração das duas instituições’.

Quando é que a fusão anunciada será, de facto, efectivada?

Os dois bancos encontram-se em processo de cumprimento de todos os procedimentos legais para o efeito, sendo expectável que a fusão se torne efectiva até ao final do 1º trimestre de 2016.

“O processo de integração deverá seguir um cronograma rigoroso em respeito pelas culturas existentes”

Para além da dispersão do capital em bolsa (33%), como fica a composição accionista?

entrevista3A valorização das participações de cada um dos bancos objecto da fusão será efectuada em função das respectivas situações líquidas sujeitas a ‘due diligence’ por um auditor independente. Prevê-se que o Banco Millennium Atlântico (Millennium ATLANTICO) passe a ter duas participações de referência, em que o maior accionista do ATLANTICO (a Global Pactum – Gestão de Ativos, S.A.) situe a posição próximo dos 45% e que a participação do Millennium bcp venha a situar-se em cerca de 20%, com eventuais ajustes posteriores da participação do Millennium bcp a serem valorizados a um múltiplo de 1,6x da situação líquida.

Para além destes accionistas de referência, a nova instituição bancária integrará também outros accionistas do Millennium Angola e do ATLANTICO, com participações mais moderadas.

Que nova imagem e que novo nome advém da fusão?

Tal como resulta do comunicado que anuncia a fusão, a nova instituição será o BMA- Banco MILLENNIUM ATLANTICO.

Após cumprimento de todas as etapas deste processo será revelada a marca que a vai identificar. Poderá ser umas das duas marcas (actuais), um misto das duas ou mesmo uma nova marca. Vamos analisar a seu tempo a marca que melhor identificará o MILLENNIUM ATLANTICO.

“Vamos analisar a seu tempo a marca que melhor identificará o MILLENNIUM ATLÂNTICO”

A nova entidade vai manter as agências?

A decisão final sobre o encerramento ou não de Centros/Agências será tomada mais a frente no processo de integração das duas instituições.

A convergência das redes comerciais das duas instituições reger-se-á por critérios de optimização da infraestrutura física existente que assegura a prestação de um serviço de excelência aos nossos clientes, em linha com os níveis de serviço que as duas instituições vinham a prestar até ao anúncio da fusão.

Como se planeia realizar a integração dos dois bancos em um só?

O processo de integração, depois de formalmente aprovado pelas instâncias devidas, deverá seguir um cronograma rigoroso em respeito pelas culturas existentes, mas num ambiente positivo, próprio de uma instituição habituada a servir os seus clientes com rigor, qualidade, prontidão e profissionalismo.

Como será a relação com o Banco ATLANTICO Europa e com o Millennium BCP daqui para frente?

Pretende-se que essa relação se mantenha boa, entre dois bancos distintos, aproveitando sinergias e conhecimento dos mercados em que se situam, mas mantendo a autonomia da estrutura accionista, a identidade e a especificidade de cada banco. (opais.ao)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA