Caça ao homem: Mohamed Abrini, o belga discreto (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Se o homem mais procurado da Europa é Salah Abdeslam, as polícias interessam-se cada vez mais pela figura de Mohamed Abrini, um dos alegados cúmplices dos atentados do dia 13 em Paris.

Aparentemente um homem de sombra, ao contrário de Abdeslam, que terá sido um dos operacionais, Abrini pode ter tido um papel importante na preparação dos ataques.

Foi filmado por câmaras de segurança numa área de serviço a norte de Paris, dois dias antes do atentado, na companhia de Salah Abdeslam, a conduzir o mesmo Renault Clio preto que foi usado na noite fatídica. Os pais têm um álibi para o dia dos atentados: Ele e a noiva terão assinado um contrato de arrendamento nesse dia.

Originário de Molenbeek, o mesmo bairro de Bruxelas de onde vêm vários dos organizadores e operacionais do ataque a Paris, Abrini é conhecido no meio do jihadismo: Um dos irmãos morreu na Síria, a combater pelo Daesh. (euronews.com)

 

por Ricardo Figueira | com AFP

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA