Bispos responsabilizam Governo angolano pela não expansão da rádio Ecclesia

Dom Manuel Imbamba, porta-voz da Ceast (VOA)
Dom Manuel Imbamba, porta-voz da Ceast (VOA)
Dom Manuel Imbamba, porta-voz da Ceast (VOA)

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (Ceast), reunidos em Luanda, pediram mais oportunidades para os angolanos, promoção do direito à liberdade de consciência, reunião, manifestação, expressão e informação.

O porta-voz da conferência e Arcebispo do Saurimo, Dom José Manuel Imbamba, que leu a mensagem dos bispos, diz que a Igreja Católica tem consciência das dificuldades e incompreensões do processo de construção de paz.

Na conferência, os padres lamentaram também o facto de a rádio Ecclesia não ter chegado às outras províncias e responsabilizaram o Governo por isso.

“Reafirmamos, hoje, mais uma vez, que a não expansão do sinal da rádio Ecclesia a todo o país deve-se única e exclusivamente ao reiterado adiamento do Executivo angolano em conceder a devida licença solicitada há mais de 14 anos”, disse o bispo auxiliar de Luanda Dom Zeferino Zaca Martins

De notar que Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias foi eleito nesta segunda-feira presidente da Ceast para os próximos anos. (voa.com)

por Coque Mukuta

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA