Bié: INAD engajado na desminagem das reservas fundiárias

Bié: Minas e engenhos explosivos não detonados removidos de reservas fundiárias (Foto: Bartolomeu do Nascimento)
Bié: Minas e engenhos explosivos não detonados removidos de reservas fundiárias (Foto: Bartolomeu do Nascimento)
Bié: Minas e engenhos explosivos não detonados removidos de reservas fundiárias (Foto: Bartolomeu do Nascimento)

O director do Bié do instituto de desminagem (INAD), Bernabé Frederico, disse hoje, no Cuito, que os técnicos da instituição estão empenhados em acções de desminagem na província do Bié.

O responsável falava à Angop sobre as actividades desenvolvidas no presente ano pelo INAD, que compreendem a limpeza das reservas fundiárias do Cuito e Cunhinga.

De igual modo, frisou, prossegue a desminagem no projecto hidroeléctrico de Camacupa, bem como nas bermas da estrada que dá acesso àa barragem hidroeléctrica do mesmo município, onde será instalada a linha de transportação de corrente eléctrica.

Recolha e destruição de engenhos explosivos, reconhecimento e catalogação de campos minados, mapeamento e sensibilização das populações sobre os perigos de minas, são, entre outras, tarefas da instituição.

O INAD conta com a colaboração dos efectivos da Polícia Nacional, das autoridades tradicionais e a população na indicação de campos suspeitos de estarem minados. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA