Arcebispo de Malanje exorta jovens a preservar os ganhos da independência

Dom Benedito Roberto arcebispo de Malanje (Foto: António Escrivão/Arquivo)
Dom Benedito Roberto arcebispo de Malanje (Foto: António Escrivão/Arquivo)
Dom Benedito Roberto arcebispo de Malanje (Foto: António Escrivão/Arquivo)

O arcebispo da Igreja Católica em Malanje ,Dom Benedito Roberto, exortou quarta-feira nesta cidade os jovens da região a preservarem os principais ganhos alcançados durante os 40 anos de independência, nomeadamente paz e a reconciliação nacional.

O prelado fez esse apelo durante o acto provincial do dia da independência nacional celebrado quarta-feira em todo pais , tendo ainda destacado o sacrifício exercido pelos antepassados na conquista da independência .

Dom Benedito Roberto disse sentir-se consternado com atitudes de certos jovens e partidos políticos, que realizam manifestações não autorizadas e outros actos condenáveis por lei, por vários pretextos de insatisfação.

Destacou a livre circulação de pessoas e bens, a reabilitação das estradas, o fornecimento de energia e água em todas as sedes municipais, como ganhos que devem ser preservados para que o país registe a curto prazo desenvolvimento sustentável a todos os níveis.

O arcebispo condenou as empresas que realizam trabalhos sem qualidade para darem início a outros sem terem a noção do prejuízo que arranjam ao estado.

Relativamente a Igreja Católica, o responsável da arquidiocese de Malanje fez saber que a independência permitiu a expansão do evangelho nos quatro cantos do país, a construção de novas paroquias, escolas, orfanatos e outras infra-estruturas que visam apoiar o governo no combate à fome e a pobreza.

O acto provincial do dia da independência nacional foi marcado com inauguração de um largo com a estátua da Rainha Njinga Mbande, edifício do governo provincial, e a reinauguração do jardim municipal de Malanje. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA