Angolanos percorreram um longo caminho – diz embaixador na Etiópia

Arcanjo Maria do Nascimento Embaixador de Angola na Etiópia (Foto: Angop/arquivo)

O embaixador de Angola na Etiópia, Arcanjo do Nascimento, disse que os angolanos percorreram um longo caminho, com enormes sacrifícios, incluindo perdas de milhares de vidas para chegar a este dia que se celebra em toda Angola alegre e confiante no futuro.

Arcanjo do Nascimento falava em Addis Abeba, por ocasião do 40º aniversário da Independência Nacional, assinalado quarta-feira, dia11 de Novembro.

Arcanjo Maria do Nascimento Embaixador de Angola na Etiópia (Foto: Angop/arquivo)
Arcanjo Maria do Nascimento Embaixador de Angola na Etiópia (Foto: Angop/arquivo)

“Ao celebrarmos os quarenta anos de Independência Nacional não podemos esquecer todos aqueles países que estiveram com o povo angolano na busca de liberdade e autodeterminação.

Como exemplo apontou Cuba que não hesitou em derramar o sangue de alguns dos seus filhos para que Angola pudesse tornar-se um país livre, independente e soberano.

Apesar de grandes sacrifícios, disse Arcanjo do Nascimento, Angola está agora no caminho do progresso em direcção a prosperidade económica para um futuro melhor.

Para o embaixador, o processo Democrático de Angola se consolida dia após dia. O país é governado por instituições democráticas livremente eleitas pelo Povo, de cinco em cinco anos.

Segundo o também representante permanente do país na União Africana, o sistema político de Angola é estável, onde partidos políticos, media e sociedade civil desempenham um papel importante para que a democracia se torne forte no país.

Arcanjo do Nascimento disse, por outro lado, que Angola tem sido um parceiro forte na promoção da Paz, estabilidade e Desenvolvimento no continente Africano e que não vai poupar esforços para a causa da estabilidade de África.

De acordo com o diplomata, Angola vai continuar apoiar a acção da União Africana, com vista a pôr fim a todos os conflitos que assolam ainda alguns países e regiões da África, em particular a Republica Centro Africana, República Democrática do Congo e Burundi.

Disse também que Angola compartilha com a Etiópia fortes laços de amizade e cooperação, forjada desde o inicio da luta de libertação, tendo acrescentado que os angolanos se sentem em casa na Etiópia.

Durante a cerimónia, grupos de jovens angolanos residentes na Etiópia, apresentaram dança tradicional angolana, passagem de modelo das dezoito províncias de Angola, poemas dedicado aos 40 anos da Independência Nacional.

Arcanjo do Nascimento entregou a cada jovem, pela sua participação, um certificado com o logo dos 40 anos de Independência Nacional.

Ainda no âmbito das comemorações do Quadragésimo aniversário de Independência Nacional, a Embaixada de Angola na Etiópia fez a entrega de bens a uma escola de base em Addis Abeba. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA