“Ameaça iminente” em Bruxelas (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

As autoridades da Bélgica anunciaram que Bruxelas está em alerta máximo, já o metro estará encerrado até ao início da tarde de domingo. O gabinete de crise do Ministério do Interior refere que há uma “ameaça iminente” que requer medidas específicas de segurança.

Uma decisão tomada algumas horas depois de um terceiro suspeito ser, formalmente, acusado de terrorismo pela Justiça belga. Em casa deste homem terão sido encontradas armas.

“A Região de Bruxelas passou para o nível 4. A recomendação foi de parar o metro até depois do meio-dia de amanhã. Não pretendo fazer qualquer comentário sobre as operações e o inquérito, por razões evidentes”, explicou Charles Michel, o primeiro-ministro belga.

O resto do país permanece em alerta de nível 3. Para este domingo está marcada uma reunião extraordinária do Conselho Nacional de Segurança belga.

As autoridades belgas procuram, activamente, Salah Abdeslam, alegadamente, um dos autores dos atentados do dia 13 em Paris, que poderá estar refugiado no país. Abdeslam é originário do bairro de Molenbeek, na capital belga. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA