Zaire: Ministro da Economia realça parceria público-privada

MINISTRO DA ECONOMIA, ABRAhÃO GOURGEL (oto: João F Cuti)
MINISTRO DA ECONOMIA, ABRAhÃO GOURGEL (oto: João F Cuti)
MINISTRO DA ECONOMIA, ABRAhÃO GOURGEL (oto: João F Cuti)

O ministro da Economia, Abrahão Gourgel, reiterou quinta-feira no município do Soyo, província do Zaire, que o Executivo vai continuar a aprimorar a parceria público-privada, visando contribuir no processo de diversificação da economia nacional.

O ministro, que falava na cerimónia de inauguração da fábrica processamento de água mineral denominada “Mpampam”, acrescentou que o Executivo inseriu no seu Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) para o quinquénio 2013/2017 um conjunto de políticas e medidas para o apoio ao empreendedorismo.

Entre as estratégias, o ministro destacou o acesso ao crédito e financiamento bancário por parte das micro, pequenas e médias empresas, assim como aos fundos de capitais de riscos, simplificação de procedimentos administrativos e desburocratização.

Disse a propósito que o Governo implementou o programa “Angola Investe”, com o objectivo de ajudar as empresas a obterem financiamentos juntos das instituições bancárias, visando cumprir com o seu objecto social.

“A actual situação económica do país, compete-nos a redobrar esforços para a diversificação da economia nacional, apesar das limitações orçamentais que nos debatemos de momento”, frisou.

Para o ministro, o sector petrolífero continua ainda a representar 35 porcento da estrutura do Produto Interno Bruto (PIB), dois terços das receitas fiscais e 95 porcento das exportações revelando, por enquanto, a vulnerabilidade da economia nacional em relação aos choques externos.

Disse que o grande desafio assumido pelo Executivo angolano para reduzir a dependência do sector petrolífero é o fomento e promoção das acções nos mais variados domínios da economia, com realce para os sectores da agricultura e pescas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA