Zaire: Ciclo combinado do Soyo contribui para o combate a pobreza

Joaquim Ventura (Foto: João Cuti)
Joaquim Ventura (Foto: João Cuti)
Joaquim Ventura (Foto: João Cuti)

O secretário de estado da energia, Joaquim Ventura, afirmou domingo, na cidade do Soyo, província do Zaire, que a construção do ciclo combinado (central eléctrica a gás) nesta localidade, além de proporcionar milhares de postos de trabalho, contribui também para o programa de combate a pobreza em curso no país.

Em declarações à Angop, após testemunhar a chegada das duas primeiras turbinas a gás, o responsável assegurou que o projecto contempla a formação de técnicos do sector energético do país, através de uma academia a ser construída na região.

Joaquim Ventura informou que o Ministério da Energia e Águas vai, futuramente, transformar os actuais armazéns da central em salas de aulas para a formação de quadros em electricidade.

Explicou que a ideia é formar jovens vindos de diversos pontos do país para que estes possam, no futuro, garantir a manutenção das inúmeras obras estruturantes no domínio energético em curso no país.

Com este e outros projectos, disse o secretário, o governo vai resolvendo a formação académica e profissional dos jovens e garantindo a sua inserção no mercado de trabalho.

Com o término previsto para 2017, o projecto vai gerar 750 megawatts de energia para a província do Zaire e outras regiões do país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA