Ucrânia proíbe funcionamento de companhias aéreas russas a partir de 25 de outubro

(AFP)
(AFP)
(AFP)

Kiev proibiu o funcionamento de todas as companhias aéreas russas a partir de 25 de Outubro, em resposta à decisão tomada por Moscovo no mês passado contra as empresas ucranianas.

Esta medida afectará a empresa siberiana UTair e a pequena companhia aérea Saratov Airlines, já que Kiev já havia suspendido a licença das grandes operadoras russas Aeroflot, Transaero, Sibir e Rossia.

“Esta proibição só afecta os pousos dos aviões nas cidades ucranianas. Mas ainda podem usar o espaço aéreo”, explicou à AFP Natalia Terletska, funcionária da aviação civil ucraniana.

O ministério russo de Transporte confirmou nesta segunda-feira que recebeu a notificação.

Em 16 de Setembro, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, anunciou que proibiu as grandes companhias aéreas estatais russas de operar no país, devido ao fato de as empresas terem rotas até a Crimeia, península que foi anexada pela Rússia no ano passado dando início ao conflito interno no leste da Ucrânia.

Alguns dias depois, Moscovo respondeu anunciando que fecharia o espaço aéreo para as companhias ucranianas a partir de 25 de Outubro, fazendo com que o intercambio entre ambos  os países fossem limitados a carros e trens. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA