TACV em dificuldades

(RFI)
(RFI)
(RFI)

Em Cabo Verde, os problemas enfrentados pela companhia aérea cabo-verdiana, TACV, têm estado no centro das atenções, tanto do principal partido da oposição, MpD, ou dos próprios funcionários da transportadora.

O MpD, principal partido da oposição em Cabo Verde tem exigido do governo responsabilidade perante os problemas enfrentados pela Transportadora Aérea Cabo-Verdiana, a TACV.

Ainda esta semana, o Presidente do Conselho de Administração da TACV, João Pereira Silva, enviou uma carta de reflexão aos funcionários da empresa pedindo ânimos para poderem ultrapassar a situação difícil em que a TACV se encontra mergulhada e apelando aos colaboradores para se manterem atentos, fortes, seguros e confiantes.

O líder do MpD Ulisses Correia e Silva entre ontem e hoje já ouviu os sindicatos dos Pilotos e do Pessoal Navegante de Cabine da Aviação Civil.

À saída de um encontro com o líder da oposição, o porta-voz do sindicato dos Pilotos, Ricardo Abreu, mostrou-se preocupado com a situação da TACV.

Também, após o encontro com o líder do MpD, o presidente do Sindicato do Pessoal Navegante de Cabine da Aviação Civil, Paulo Lopes apresentou à imprensa as preocupações sobre a TACV.
A situação da Transportadora Área Cabo-Verdiana, a TACV, foi hoje objecto de uma declaração política do MpD no parlamento e de um intenso debate com a oposição a declarar que a TACV tem uma má gestão.

A Ministra das Finanças, Cristina Duarte, afirmou que a TACV tem futuro e solução e que “está tentar colocá-la no mercado internacional, nos últimos seis anos”. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA