Sonae confirma que vendeu a sua parte a Isabel dos Santos dos hípers para Angola

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

A empresária Isabel dos Santos já apresentou a nova marca de hipermercados em Angola, a que deu o nome de Candando. A parceria com a Sonae morreu. O grupo português salienta que vendeu a sua parte na parceria à empresária angolana.

Os hipermercados que iriam chamar-se Continente vão ter agora o nome “Candando”. “Candando” é uma palavra em kimbundo para designar “abraço”. Um abraço especial , que vem do fundo do coração, daqueles que só se dá a quem se gosta muito.

Conhecido o projeto de Isabel dos Santos para abrir uma nova marca de hipermercados em Angola, que surge após a dissolução da parceria com a Sonae, o grupo de Belmiro de Azevedo informou quase de imediato: “Na sequência das informações anteriormente prestadas, a participação da Sonae e as consequentes responsabilidades assumidas por esta no âmbito do projeto de investimento no retalho alimentar em Angola, foram adquiridas pelo grupo da Eng.º Isabel dos Santos”.

Recorde-se que apesar de avanços e recuos nesta parceria, o último sinal que indicava que o fim da parceria entre Paulo Azevedo e a empresária angolana, foi conhecido em Fevereiro deste ano, quando dois quadros de topo da área do retalho da Sponae, João Paulo Seara e Miguel Osório, inteiramente ligados ao projecto em Angola abandonaram a empresa e passaram a trabalhar para Isabel dos Santos. João Paulo Seara era mesmo o director executivo da Sonae responsável pelo projecto em Angola.

Em Março desta ano, Paulo Azevedo dizia estar à espera de explicações de Isabel dos Santos sobre a parceria em Angola. No entanto, a solução passou pela venda da participação da Sonae a Isabel dos Santos, que ao nome inicial da empresa Condis, acrescentou “ti”, e passou a denominar-se Contidis. Esta empresa é a que detém agora a nova marca de hípers: Candando. (dinheirovivo.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA