Sector eléctrico do país cresce significativamente

João Baptista Borges - Ministro da Energia e Águas (Foto: Gaspar Dos Santos)
João Baptista Borges - Ministro da Energia e Águas (Foto: Gaspar Dos Santos)
João Baptista Borges – Ministro da Energia e Águas (Foto: Gaspar Dos Santos)

Os sectores eléctrico e hidráulico de Angola estão a crescer de forma significativa, o que representa novos desafios para o pelouro nos próximos tempos, constatou hoje, em Luanda, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

O titular da pasta de Energia, que falava à impressa no fim das visitas efectuadas aos institutos Regulador do Sector Eléctrico (IRSE) e Nacional de Recursos Hidráulicos, afirmou que o contínuo crescimento desses sectores leva a que o ministério faça investimentos sérios, sobretudo na área de instalação de contadores às instituições e residências.

O governante referiu ainda que o trabalho de organização da empresa é também um dos fundamentos importantes para que o sector continue a desenvolver, sem percalço, na vertente financeira.

“A missão do Instituto Regulador do sector Eléctrico é garantir um clima de confiança para o investimento e para o estabelecimento de um mercado competitivo no âmbito da produção, transporte e distribuição de energia eléctrica”, sublinhou.

O ministro considerou necessário criar pequenas parcerias público-privadas para a diversificação do sector eléctrico, porque, através delas promove-se a abertura de mais agências regionais e antenas provinciais para que o acompanhamento do controlo e supervisão das actividades das diferentes operações disseminados pelo país.

O Instituto Regulador do Sector Eléctrico (IRSE) é uma instituição de carácter público, criado em 2002, com personalidade jurídica e dotado de autonomia de gestão administrativa, financeira e patrimonial. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA