São Tomé e Príncipe: Conferência de doadores começou esta quarta-feira

Marginal 12 de Julho em São Tomé (Tela Non)
Marginal 12 de Julho em São Tomé (Tela Non)
Marginal 12 de Julho em São Tomé
(Tela Non)

O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe está em Londres para a conferência STEP IN. As reuniões duram hoje e amanhã e pretendem angariar cerca de 610 milhões de dólares (536 milhões de euros) para construir um novo porto marítimo e expandir o aeroporto internacional.

Hoje o governo são-tomense tinha agendadas reuniões com investidores e parceiros de desenvolvimento e amanhã dever-se-á reunir com doadores.

O primeiro-ministro Patrice Trovoada lidera uma delegação composta por 18 elementos, entre membros do Governo e técnicos nacionais.

Pronto para fazer negócio. Foi assim que o primeiro-ministro de São Tomé e Principe, Patrice Trovoada, abriu hoje uma conferência de investidores em Londres.

O governo quer atrair financiamento privado para dois projectos principais: um porto marítimo de águas profundas e a expansão do aeroporto internacional.

Numa escala menor, procura também investidores para a agricultura e para o turismo, duas áreas com grande potencial de crescimento.

As casas coloniais de quatro antigas roças estão à venda para instalar hotéis boutique e há margem para para atrair mais turistas e criar turismo de luxo.

Na agricultura, o cacau e a pimenta branca destacam-se como os produtos com melhores oportunidades de retorno financeiro.

Armando Cabral, da consultora McKinsey em Angola, acredita que a economia são tomense pode disparar nos próximos anos.

O país tem oportunidades grandes, e tem oportunidades para crescer que ainda não foram exploradas, por isso ainda vamos muito a tempo”, disse à RFI.

O governo são tomense aposta na posição geográfica e estabilidade política para convencer os investidores mais céticos das ambições africanas.

No segundo dia da conferência será a vez de negociar com os parceiros de desenvolvimento para tentar manter a importante ajuda internacional ao país. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA