Reitora da UAN destaca acção da FCS no desenvolvimento da sociedade angolana

maria bragança sambo, Reitora da UAn (Foto: António Escrivão/Arquivo)
maria bragança sambo, Reitora da UAn (Foto: António Escrivão/Arquivo)
maria bragança sambo, Reitora da UAn (Foto: António Escrivão/Arquivo)

A reitora da Universidade Agostinho Neto (UAN), Maria Bragança Sambo, reiterou hoje, quinta-feira, a importância da Faculdade de Ciências Sociais que tem como objecto de estudo a incidência sobre as comunidades humanas e a interpretação dos problemas da sociedade, da política e da cultura, com a sua reflexão na perspectiva da evolução história do país.

Maria Bragança Sambo fez este pronunciamento na abertura do V Colóquio da Faculdade de Ciências Sociais subordinado ao tema: “Angola 40 anos de independência: Memorias, Identidades, Cidadania e Desenvolvimento”, que se realiza em Luanda, nos dias 29 e 30, do corrente mês.

Para a reitora da UAN, trata-se pois de levar para a academia o debate salutar sobre parte da estrutura e da dinâmica da sociedade, analisando o processo histórico da sua transformação com a independência nacional.

“Com esta actividade científica, a Faculdade de Ciências Sociais contribui significativamente para a produção e divulgação do conhecimento, nos domínios que lhes são próprios, dando sentido a sua divisa de estudar para servir, já que cada uma das apresentações deste encontro vão reflectir o estudo, a pesquisa, para servir toda a comunidade académica e outros os actores sociais interessados nesse domínio do saber”, adiantou.

A também professora elogiou a organização do colóquio por ter convidado estudantes da FCS entre os prelectores, referindo que é um claro sinal do seu engajamento dos estudantes e da direcção académica nesse exercício de dar oportunidade as novas gerações de apresentarem os seus trabalhos de investigação, já que serão de importância para a sua formação integral e para a cultura de pesquisa ao longo da vida. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA