Projecto “Água para todos” chega a Txoji e Mangunga

Combinados de chafarizes (Foto: Angop)

Mais de 400 habitantes das localidades de Mangunga e Txoji, no município de Muconda, província da Lunda Sul, na fronteira com a República Democrática do Congo contam, desde sábado, com dois novos sistemas de abastecimento de água potável.

Combinados de chafarizes (Foto: Angop)
Combinados de chafarizes (Foto: Angop)

Os empreendimentos, inaugurados pelo ministro da Educação, Pinda Simão, foram construídos pelo Governo Provincial no quadro do Programa “Água Para Todos”. Os sistemas de captação são alimentados a energia solar e têm   capacidade de armazenar e distribuir mais de 20 mil litros de água por dia, a partir de dois chafarizes.

As obras orçaram em 20 milhões de kwanzas e foram executadas pelo empresa SPRI num período de seis meses. Com a construção destes dois  sistemas de absatecimento, o programa “Água para Todos” atingiu as localidades mais longínquas do município de Muconda, informou o director da Energia e Águas na Lunda Sul.  Tito Kassongo assegurou que o próximo passo é a instalação de sistemas de captação, tratamento e abastecimento de água às localidades de Mwatxissegue e Kanoquena, no município de Cacolo.

O soba da comunidade de Mangunga, José Ilunga, destacou as acções desenvolvidas pelo Governo para proporcionar melhores condições de vida às populações. Nesta localidade o Governo Provincial está a construir uma  escola do primeiro nível, um posto de saúde, duas casas geminadas para os técnicos de saúde e educação,  uma casa para o soba e um jango comunitário, empreendimentos enquadrados no Programa de  Investimentos Públicos.

O soba de Txoji, Txoji Dissimasse, solicitou do Governo Provincial  o fornecimento de sementes, a melhoria das vias de comunicação e uma maior aproximação dos Serviços de Registo Civil às populações. (jornaldeangola.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA