Portugal: “Estão criadas condições para que o PS possa formar um governo maioritário”

(DR)
(DR)
(DR)

O líder socialista está disposto a avançar e a tornar-se primeiro-ministro de Portugal.

António Costa, após uma reunião com o Presidente da República, garantiu que Partido Socialista está disposto a assumir uma posição de responsabilidade para com o país, referindo que estão criadas condições para que haja um “suporte maioritário e estável” para governar o país.

“O partido que tem a maior representação parlamentar – PSD – não dispõe de maioria na Assembleia da República, e a coligação que constituiu é claramente insuficiente para assegurar um apoio maioritário na Assembleia da República que garanta uma solução de governo estável e consistente”, começou o líder socialista.

O número um do PS fala em “interesse nacional”, e assegura que o partido “não se deve furtar ao seu dever de contribuir para proporcionar ao país uma solução de governo estável e com um suporte maioritário para o conjunto da legislatura”, revelando que está pronto para governar.

“É urgente o país dispor de um governo que beneficie de estabilidade e que se possa concentrar em responder aquilo que foi a vontade inequívoca dos portugueses”. Assim, António Costa referiu que não se deve prolongar no tempo a “situação de indefinição”, com o objetivo de contribuir para que “o país encontre um rumo”.

Costa relembrou que prometeu não fazer “oposição negativa”, nem inviabilizar a formação de governo caso não houvesse uma solução, contudo, garante que agora “estão criadas condições que o PS possa formar governo com um apoio maioritário e que assegure estabilidade”, salvaguardando que foi esta solução que o Cavaco Silva sempre pediu. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA