Parlamento grego aprova novas medidas de austeridade graças à maioria de Tsipras (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

O parlamento grego aprovou, esta noite, o primeiro pacote de reformas exigidas pelos credores do país, em troca de um terceiro programa de resgate.

As medidas, que incluem o adiamento da idade da reforma, novos cortes na despesa e o aumento de impostos, obtiveram apenas o apoio dos 154 deputados dos dois partidos da coligação governamental chefiada por Alexis Tsipras.

A oposição socialista e conservadora que tinha, no entanto, validado as anteriores reformas da Troika, votou em bloco contra as propostas, ao lado de comunistas e da extrema-direita.

No exterior do parlamento, milhares de pessoas protestavam contra a nova ronda de austeridade, durante uma manifestação convocada pelo Partido Comunista e pelo principal sindicato da função pública ADYD.

Para o presidente da organização sindical, Stavros Koutsioumpelis, “os trabalhadores unidos, com os desempregados, os pensionistas, os patrões de PMEs, os agricultores, todos os que são vítimas deste ataque, vão formar uma frente única de resistência para derrubar estas medidas e estas políticas”.

As medidas aprovadas esta noite permitem que a Grécia aceda a uma tranche de dois mil milhões de euros do novo programa de resgate, quando outras reformas terão que ser validadas pelos deputados até dezembro. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA