NATO acusa Rússia de ajudar militarmente o regime sírio (Vídeo)

(D.R)
(D.R)
(D.R)

A NATO acusa Moscovo de estar a apoiar militarmente o regime de Bahcar al Assad. Enquanto a Rússia reforça as operações na Síria com disparos de mísseis de cruzeiro, a Aliança Atlântica diz estar pronta a enviar tropas para a Turquia, se tal for necessário, para responder às incursões de caças russos no espaço aéreo de Ancara e à “escalada inquietante” da presença de militares russos na guerra civil.

“ A implicação militar da Rússia na Síria levanta sérias preocupações. Eu exorto a Rússia a desempenhar um papel construtivo na luta contra o ISIL mas as ações da Rússia são de apoio ao regime ( Al Assad) e por isso não são úteis”. Stoltenberg afirma que a Aliança já respondeu às ameaças aumentando os recursos para enviar forças terrestres também para o Sul, incluindo na Turquia.

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, fez esta declarações esta quinta-feira, após a reunião de ministros da Defesa da Aliança, em Bruxelas

“As recentes violações do espaço aéreo turco são inceitáveis. A NATO está pronta para defender e proteger todos os aliados contra qualquer ameaça o que, naturalmente, também é válido para a Turquia”.

A Rússia voltou a disparar mísseis de cruzeiro na noite de quarta-feira. Em Moscovo, o Ministério da Defesa disse que estes atingiram centros de preparação de explosivos e centros de comando do autoproclamado Estado Islâmico. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA