Namibe: Embaixador da Polónia constata andamento das obras da Academia das Pescas

Namibe:embaixador da Polonia e ministra das Pescas de Angola visitam obras da futura academia de Pescas do Namibe (Foto: Frederico Herculano)
Embaixador da Polonia e ministra das Pescas de Angola visitam obras da futura academia de Pescas do Namibe (Foto: Frederico Herculano)
Embaixador da Polónia e ministra das Pescas de Angola visitam obras da futura academia de Pescas do Namibe (Foto: Frederico Herculano)

O embaixador da Polónia, Pior Mysliwiec, que trabalhou ultima quinta-feira nesta cidade, inteirou-se do estado de execução das obras da futura Academia de Pesca e Ciências do Mar, que teve o seu início na província em 2008.

Pior Mysliwuiec que esteve acompanhado pela ministra das Pescas, Victoria de Barros Neto, percorreu o edifício onde está a ser erguido esta imponente obra, que vai beneficiar, não só estudantes angolanos, mas também de outras nacionalidades.

Em entrevista à Angop, no final da sua visita de constatação, o embaixador mostrou-se satisfeito com o nível de andamento das obras, estando nesta altura a montagem técnica de todo equipamento nos edifícios que foram construídos.

Nesta obra, foram construídos o edifício onde estão situadas várias salas de aulas de motores diesel, os de simuladores com equipamento tecnológicos de última geração, laboratórios de Química, Física, Inglês, informática e piscina para aulas de natação.

Consta ainda deste projecto, a construção do lar do estudante, que também está praticamente concluída faltando apenas pequenos acabamentos. Além disso, também está a ser montado todo o mobiliário habitacional e ainda da estação de tratamento de águas residuais do referido complexo estudantil que numa primeira fase vai acolher mais de mil estudantes de várias especialidades ligadas às ciências do Mar .

A obra que está praticamente concluída, contou com a mão de obra de técnicos angolanos, chineses, portugueses e polacos.

Afirmou ainda que neste momento estão a ser formados na academia marítima da Guidénia, Polónia, vinte professores angolanos, que apos o término da sua formação, dentro de um ano, poderão dar o seu contributo nesta instituição. “ Numa primeira fase a Academia do Namibe vai funcionar com docentes polacos”.

No mesmo projecto será ainda construído uma fábrica modelo de transformação e conservação de pescado , que servirá de aulas práticas para os estudantes do curso de biologia marinha e outros.

O seu arranque está previsto para 2016 caso seja concluído todos os procedimentos legais, segundo o embaixador. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA