Moxico: Responsável alerta sobre riscos do consumo de sal sem iodo

Hospital Geral do Moxico (Foto: Pedro Parente)
Hospital Geral do Moxico (Foto: Pedro Parente)
Hospital Geral do Moxico (Foto: Pedro Parente)

A directora clínica do Hospital Geral do Moxico, Georgina Muhunga, alertou segunda-feira, no Luena, sobre os perigos que o sal sem iodo acarreta aos consumidores, principalmente em crianças e mulheres grávidas.

Em declarações à Angop, a propósito do Dia Mundial do Combate as doenças provocadas pelo consumo do sal não iodado (19 de Outubro), indicou que a carência do iodo no organismo causa bócio (aumento de tamanho da tiroide), abortos espontâneos, impotência sexual, entre outras doenças.

A médica aconselha a população à continuar a consumir sal com iodo, verificando sempre as datas de validade das embalagens.

Assegurou que o consumo do iodo contribui no seu crescimento saudável das crianças e adolescentes, por encontrarem-se em fase de desenvolvimento psico-motor. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA