Moçambique: Vídeo da alegada emboscada a Dhlakama emerge

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Um vídeo do rescaldo do incidente entre a Renamo e as Forças de Segurança de Moçambique a 25 de setembro surgiu nas redes sociais. No registo é possível escutar um dos ocupantes da viatura, de onde as imagens estão a ser gravadas, a dizer: “Isto já é guerra, isto já é guerra…” Nas imagens vêm-se mortos – um aparenta ter o uniforme da Renamo – carros destruídos e uma viatura em chamas. O registo diz respeito ao incidente ocorrido em Gôndola, na Província de Manica, com contornos pouco claros e que suscitou trocas de acusações entre a Renamo, o maior partido da oposição de Moçambique, e as autoridades.

24 pessoas morreram, de acordo com fontes oficiais. A Renamo acusou as Forças de Segurança de Moçambique de terem realizado uma emboscada ao seu líder, Afonso Dhlakama. O Governo afirma que as autoridades se deslocaram ao local para repor a ordem e que a escolta do líder da Renamo matou o motorista de um carro de transporte passageiros.

Nos últimos tempos Moçambique tem assistido a vários incidentes envolvendo a Renamo e as Forças de Segurança de Moçambique.

Entre 1977 e 1992, a guerra entre a Renamo e a Frelimo provocou cerca de um milhão de mortos e 5 milhões de deslocados.

(euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA